Porsche revela parte de seu novo carro

A Porsche apresentará o Taycan apenas no dia 4 de setembro, mas já começou a mostrar partes de seu carro totalmente elétrico. Por enquanto, os fãs da marca puderam ver apenas o interior do carro, já que a montadora apresentou apenas imagens do painel do veículo.

Mesmo com a pequena amostra, é possível ver que os alemães investiram pesado na tecnologia. O carro mostra quatro telas, um painel digital de instrumentos, sistema de entretenimento, visor de condições do tempo e um monitor colocado no lugar do passageiro. A partir dele será possível alterar as configurações do carro, dando mais liberdade ao motorista.

O sistema consiste em um visor anti reflexo de 16,8 polegadas, em um estilo minimalista. Nele estarão disponíveis quatro configurações: Classic, Map, Full Map e Pure. O primeiro é a original do carro, e as outras duas trazem informações de navegação. Já a configuração Pure é a mais “raiz” com informações básicas como velocidade, sinais de trânsito e navegação.

No painel de entretenimento, de 10,9 polegadas, será possível conectar smartphones, aplicativos de navegação, entre outras comodidades, tudo comando por voz. Mesmo sem ser mostrado, a porsche já anunciou que os bancos traseiros terão um painel de 5,9 polegadas com sistema touch screen. Mas até o dia 4 de setembro, essas devem ser as únicas revelações sobre o novo carro da Porsche.

Próxima geração do Porsche Macan será totalmente elétrica

O Porsche Macan que acaba de chegar às concessionárias (na galeria acima), já está com a sua nova geração a caminho e assim como o Taycan, que será lançado ainda em 2019, será totalmente elétrico.

A decisão foi tomada pelo Conselho de Supervisão da marca alemã. Ele será o primeiro SUV compacto da Porsche a contar com motorização elétrica, destacando-se por ser, igualmente, a primeira gama da histórica marca a substituir um modelo com motor de combustão por elétrico.

A montadora prevê investimentos de mais de seis milhões de Euros até 2022 para tornar-se referência no segmento de elétricos e estipulou que até 2025 pelo menos metade dos modelos que colocará a venda serão 100% elétricos.

Pelos próximos dez anos a fabricante irá dedicar-se à produção de melhorias no sistema de propulsão, incluindo motores a gasolina de maior eficiência, modelos híbridos e esportivos totalmente elétricos.