Fórmula 1: Bottas vence no Azerbaijão e assume a liderança do campeonato

A temporada 2019 da Fórmula 1 tem novo líder. O finlandês Valteri Bottas, da Mercedes, venceu o GP de Baku, no Azerbaijão e ultrapassou seu companheiro de equipe e amigo do Neymar, Lewis Hamilton. O terceiro lugar ficou com Sebastian Vettel, da Ferrari.

hamiltone neymar
Hamilton, o amigo do Neymar, terminou em segundo.

Max Verstappen da Red Bull terminou na quarta posição, seguido pelo brilhante Charles Leclerc, da Ferrari, dono da volta mais rápida da prova e responsável pela emoção, especialmente na primeira metade da corrida, após ter largado na oitava posição do grid, mostrando consistência e habilidade para ultrapassar os adversários. Sua posição final não foi condizente com sua performance, culpa de certa forma da própria equipe, que ainda não conseguiu mostrar organização suficiente para suplantar a concorrente Mercedes, que lidera praticamente sem adversários.

Faltando três voltas para o fim da prova, Hamilton encostou em Bottas e deixou ainda mais emocionante o excelente Grande Prêmio de Baku. Mas o finlandês também estava rápido e não permitiu a ultrapassagem. Enquanto os pilotos da Mercedes lutavam pelo ponto mais alto do pódio, coube a Leclerc dar uma volta mágica e garantir o ponto extra pela melhor volta.

D5Psz1IWsAEMQ6q
Dono da volta mais rápida da prova, Leclarc foi escolhido “piloto do dia”.

O grande “mico” da prova foi protagonizado por Daniel Ricciardo, da Renault, que após sair da pista, distraidamente deu ré e acertou a Toro Rosso de Daniil Kvyat.

D5Pu95wW0AEHuLQ
Ricciardo de ré (!) no carro de Kwyat

A próxima prova será na Espanha, no dia 12 de maio, dando início ao calendário europeu da categoria.

Confira abaixo os 10 melhores classificados na temporada 2019 da Fórmula 1:
1) Valtteri Bottas, 87 pts
2) Lewis Hamilton, 86
3) Sebastian Vettel, 52
4) Max Verstappen, 51
5) Charles Leclerc, 47
6) Sergio Pérez, 13
7) Pierre Gasly, 13
8) Kimi Räikkönen, 13
9) Lando Norris, 12
10) Kevin Magnussen, 8

GP da Austrália: Mercedes faz dobradinha com Bottas e Hamilton

image.jpg
Valtteri Bottas ultrapassou Hamilton ainda na largada e consegiu a primeira vitória na temporada / Foto:  FIA F1
Valtteri Bottas deu aquele toque de emoção para o início da temporada 2019 da Fórmula 1. O piloto da Mercedes AMG, aproveitou o vacilo de seu companheiro Lewis Hamilton e na largada assumiu a ponta do GP da Austrália, conduzindo bravamente até garantir definitivamente a primeira vitória na temporada, deixando seu companheiro em segundo. O pódio foi fechado com o piloto da Red Bull Honda, Max Verstappen.
Além de garantir os 25 pontos pela vitória, o finlandês também a volta mais rápida da prova, o que lhe garantiu o ponto extra, uma das novidades do regulamento neste ano.
Enquanto Bottas sobrava na pista, Hamilton passou praticamente toda a corrida sofrendo a pressão imposta pela Ferrari de Sebastian Vettel e, mais tarde, pela Red Bull de Verstappen.
Enquanto a Mercedes confirmou a expectativa de ter conseguido dar a seus pilotos um carro equilibrado e extremamente competitivo, a Ferrari decepcionou.
Vettel conseguiu acompanhar Hamilton só até a primeira metade da prova, quando após a troca de pneus voltou para a pista mais lento, o que lhe custou a posição. Mas não foi só isso. O piloto alemão não conseguia manter um ritmo competitivo e ficou cerca de 30 segundos atrás de Verstappen.
O seu companheiro de equipe, Charles Leclerc até que andou bem, terminando em quinto, mas também longe de apresentar qualquer condição efetiva de brigar com os pilotos da ponta.

A turma do meio do grid teve como destaque o piloto Kevin Magnussen, da Hass, que ficou em sexto. Atrás dele ficou Nico Hulkemberg, da Renault de Nico Hulkenberg, que se mostrou habilidoso ao defender sua posição do experiente Kimi Raikkonen, que terminou em oitavo com a sua Alfa Romeo.

Lance Stroll ficou com o nono lugar com a sua Racing Point, enquanto o ponto final da disputa foi de Daniil Kvyat, com a Toro Rosso.

Além do desempenho da Ferrari, quem também ficou “devendo” foi Pierre Gasly, que conseguiu apenas a 11ª posição e Robert Kubica, que terminou em último, deixando claro que a Williams terá mais um ano difícil pela frente.

Lando Norris foi o 12° e melhor dos pilotos estreantes, com a McLaren. Carlos Sainz abandonou a prova por problemas mecânicos e Daniel Ricciardo, em sua estreia com a Renault, também não chegou ao fim da prova.

Com o resultado o campeonato termina a sua primeira etapa com a seguinte classificação:

PILOTOS  

Valtteri Bottas           26
Lewis Hamilton        18
Max Verstappen       15
Sebastian Vettel        12
Charles Leclerc         10
Kevin Magnussen       8
Nico Hulkenberg        6
Kimi Räikkönen          4
Lance Stroll                 2
Daniil Kvyat                1
Daniel Ricciardo         0
Sergio Perez                0
Carlos Sainz                0
Robert Kubica             0
Romain Grosjean       0
Pierre Gasly                 0
Lando Norris              0
Alex Albion                 0
Antonio Giovinazzi   0
George Russell            0

EQUIPES  

Mercedes                   44
Ferrari                        22
Red Bull Racing        15
Haas F1                        8
Renault                        6
Alfa Romeo Racing    4
Racing Point                2
Scuderia Toro Rosso  1
McLaren F1                 0
Williams Racing         0

Começa o período de apresentação dos novos carros para a temporada 2019 da F1


Haas VF-19, claramente inspirada na Lotus de 1986

Começa nesta segunda-feira (11) o período de apresentações dos carros de praticamente todas as equipes de Fórmula 1 para a temporada 2019. Oito das dez equipes fazem o lançamento dos bólidos para a nova temporada – as excepções são a Haas, que o fez na semana passada (foto acima), e a Alfa Romeo que só o fará daqui a uma semana, no dia 18.

Aliás, o carro da Haas é uma clara releitura da mítica Lotus 98T “John Player Special”, de 1986, de Ayrton Senna.

A Lotus 98T de Ayrton Senna, em 1986.

Esta segunda-feira a Toro Rosso lança a sua equipa que terá Alexander Albon e Daniil Kvyat e o seu STR14, enquanto a Williams irá apresentar a decoração do FW42 que terá um novo patrocinador principal sendo pilotado pelo novato George Russell e pelo experiente Robert Kubica. Amanhã, 12, é a vez da Renault ‘levantar o véu’ sobre o seu novo carro e cores, com a novidade da chegada de Daniel Ricciardo para ser colega de Nico Hülkenberg.

Na quarta-feira a Mercedes faz o seu shakedown e revela o W10, a Red Bull mostrará seu novo bólido – que agora terá novo motor (Honda) e junta Pierre Gasly a Max Verstappen; já a Racing Point tem o primeiro ato da sua nova vida com o lançamento da formação que junta Lance Stroll e Sergio Pérez.

A McLaren irá mostrar suas novidades no dia 14, com Carlos Sainz e o iniciante Lando Norris. A Ferrari reservou o dia 15, sexta-feira, para a sua apresentação, recebendo Charles Leclerc para ser colega de Sebastian Vettel.

Os testes da pré-temporada em Barcelona começam no dia 18 de fevereiro e, antes dos trabalhos em pista começarem, a Alfa Romeo vai apresentar o seu monoposto e cores, bem como os novos pilotos Antonio Giovinazzi e Kimi Räikkönen.

11 de Fevereiro:
Toro Rosso, apresentação
Williams, apresentação da pintura

12 de Fevereiro:
Renault, apresentação

13 de Fevereiro:
Mercedes, shakedown/apresentação
Racing Point, apresentação
Red Bull, apresentação

14 de Fevereiro:
McLaren, apresentação

15 de Fevereiro:
Ferrari, apresentação

18 de Fevereiro:
Alfa Romeo, apresentação
Começo da primeira semana de testes (18 a 21 de Fevereiro)