Toyota está construindo pista inspirada em Nürburgring

A japonesa Toyota está construindo em Shimoyam uma nova pista de testes para os seus automóveis e ela é inspirada na mítica pista alemã de Nürburgring, conhecida também como “inferno verde”. Especula-se que a pista seja batizada de Toyota Ring.

A pista deve estar concluída em 2023 e a sua topografia terá variações de altura de até 75 metros na elevação entre seus pontos mais altos e mais baixos, bem como uma ampla variedade de curvas.

Corrida dos Campeões – Nürburgring 1984

O ano era 1984 e a Mercedes-Benz lançava seu sedã de quatro portas, E 190, da família W201, que ficou conhecido como “Baby-Benz”, devido a sua carroceria compacta, desenhada por Peter Pfeiffer. O sucesso do modelo deu início a Classe C que perdura até hoje.

Como promoção de lançamento a Mercedes Benz fez o que hoje, com todas as dificuldades impostas pelos patrocinadores, seria impossível: selecionou os principais pilotos do mundo para que corressem com seu novo carro.

Entre os pilotos convidados, lendas vivas como Sir Stirling Moss, Jack Brabham, John Surtees e Phil Hill. Talvez estes os mais lendários pilotos ainda vivos na época. Campeões mundiais veteranos como Alan Jones, Denny Hulme, Keke Rosberg, Niki Lauda, Jody Scheckter e James Hunt também foram escalados. Para completar o grid de vinte carros, foram convidados os pilotos Jacques Laffite, Carlos Reutemann, John Watson, Alain Prost, Elio de Angelis, Klaus Ludwig, Udo Schultz, Hans Herrmann e Manfred Schurti. Emerson Fittipaldi também foi convidado pela organização, mas não pode comparecer em função dos treinos para as 500 Milhas de Indianápolis que disputaria naquele ano, sendo que, para o seu lugar, foi chamado um jovem e desconhecido brasileiro que acabara de estrear na F-1, Ayrton Senna. Dos 21 pilotos, 9 eram campeões da F-1, e mais 2 o seriam mais tarde (Senna e Prost).

Nos treinos para a corrida dos 190E, os mais jovens mostraram-se rápidos, a pista molhada dificultava um pouco, o traçado era novidade para todos. Ao final dos treinos, o francês Alain Prost foi o mais rápido, com Senna em segundo. O francês Jacques Laffite atrasou-se para o evento e perdeu os treinos. O vídeo oficial não mostra o início da corrida, mas Prost garante que foi jogado para fora da pista por Senna. Esse teria sido o primeiro entrevero que ambos tiveram ao longo de sua trajetória na F1.

Ao final, Senna venceu a corrida, que teve ainda Niki Lauda em segundo e o argentino Carlos Reutmann em terceiro.

Assista abaixo a Corrida dos Campeões: https://www.youtube.com/watch?v=R7yPMrWjlNc&t=41s

Um passeio por Nürburgring Nordschleife a bordo do Ruf CTR

Em 1987 a Ruf, mítica preparadora alemã de carros esportivos, criou um embasbacante carro para competir no Grupo C, o CTR (abreviação de “Group C Turbo Ruf”). A base foi um Porsche 911, ano 1997, com motor flat-6 que produzia incríveis 469 HP e nada menos que um soco direto de 56,39 kgf·m. Tudo isso, aliado a apenas 1.170 kg, fazia com que o bólido fosse capaz de superar a marca dos 320 km/h. Pintado exclusivamente com a cor amarela, mereceu o apelido de “Yellowbird”.

O vídeo abaixo é uma experiência inigualável de sensações. Tenha o privilégio de sentar-se a bordo de uma das máquinas mais incríveis da engenharia e rode pelo mítico circuito de Nürburgring Nordschleife. O som do flat-6 é inebriante. Aperte o cinto e enjoy the ride!

Assista: