Notícias noticias-corporativas Oficina

Porsche enfrenta nova investigação por falsificação em motores

Marca alemã será investiga pela KBA por suspeita de alteração no motor para declaração de níveis de carbono.
Montadora alemã já havia sido multada em 535 milhões de euros por adulteração nos motores a diesel. Investigação agora apura se a mesma irregularidade foi feita nos propulsores movidos a gasolina.

A Volkswagen enfrenta mais um problema por suspeita de manipulação dos motores a gasolina, desta vez com a marca Porsche, que pertence a montadora alemã. De acordo com o site UOL, a KBA, autoridade máxima da indústria automotiva alemã, irá investigar os motores a gasolina da Porsche. A suspeita, é que a montadora tenha alterado o motor para declarar os níveis de emissão menores do que o real.

Os motores investigados pelo órgão são os desenvolvidos entre 2008 e 2013, incluindo os que equiparam os modelos Panamera e 911. Os investigadores vão avaliar se os veículos produzidos para o mercado europeu antes de 2017 de fato tiveram alterações ilegais de hardware e software. Essas mudanças poderiam afetar os sistemas de escapamento e componentes do motor.

Durante as investigações serão ouvidos funcionários da empresa além de busca por evidências nas atas de reunião da montadora. No ano passado a Porsche já havia sido multada em 535 milhões de euros por manipular níveis de emissão nos motores a diesel.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: