O último adeus ao Fusca

Um dos carros favoritos do brasileiro por décadas e que até hoje ainda tem apaixonados, o Fusca teve sua última unidade saída de uma fábrica nesta quarta-feira. A produção do carro foi encerrada na filial da Volkswagen da cidade de Puebla, no México, último país a produzir o veículo.

Foram 74 anos de Fusca pelo mundo, tempo que o tornou um dos mais populares do mundo. Criado em 1945, o carro teve 21 milhões de unidades produzidas ao longo de mais de sete décadas, das quais três milhões no Brasil. O país se tornou o terceiro país onde mais se vendeu Fusca em todo mundo, ficando atrás apenas de Alemanha e Estados Unidos.

A relação do brasileiro com o Fusca é tão grande que levou o presidente Itamar Franco a pedir que ele voltasse a ser produzido no país em 1992 para popularizar o carro no país. A Volkswagen tinha parado a produção brasileira do carro em 1986. A produção nacional foi encerrada definitivamente em 1996.

No México a produção seguiu até 2003 ano com o lançamento da “Última Edición”, encerrando um ciclo na história do automóvel. Foram 21,52 milhões de unidades vendidas em 20 países. A versão final mexicana, batizada “Última Edición”, representou o fim de um dos mais brilhantes capítulos da história do automóvel. Foram 21.529.464 de exemplares colocados nas ruas em 20 diferentes países. Mas a história ainda não havia acabado. Porém, a história seguiu com a fabricação do New Beetle, um carro que nunca atraiu tantos admiradores quanto seu antecessor.

Sem grandes mudanças ao longo das décadas, Fusca marcou diversas gerações Foto: Divulgação

O carro pensado por Adolf Hitler e projetado por Ferdinand Porsche passou pelos anos sem ter sua vinculação com o ditador alemão. O primeiro protótipo do carro foi apresentado em 1935. Mas demorou quase 10 anos para que começasse a produção em massa do veículo. Apenas no Natal de 1945, quando a fábrica já era comandada por militares britânicos, que iniciou produção em série. Até 1947 os carros eram destinados prioritariamente para Aliados com cerca de 1.000 unidades ao mês.

Foi em 1948 com a reforma cambial que o Fusca começou a ser vendido para clientes particulares. Em 1949 foi a produção deste simpático carro que liderou a recuperação econômica do país que vivia uma situação muito crítica desde o fim da II Guerra Mundial. O primeiro modelo foi importado da Alemanha para os Estados Unidos em 1949. A fábrica passou para uma produção de 1000 mil unidades em 1950, cinco anos depois a produção já era de um milhão anuais. Em fevereiro de 1972 o carro se tornou o mais produzido em todo o mundo com mais de 15 milhões de unidades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s