A nova Zafira vai te surpreender

Lançada pela Opel em 1999, o monovolume de porte médio fez sucesso no mercado europeu e latino americano pelo amplo espaço, bom conjunto de motor e câmbio, além de design agradável.

A Chevrolet a trouxe para o Brasil em 2001, onde reinou até até 2012, dando lugar a Spin.

Numa época em que os SUVs ainda não dominavam o desejo das famílias, era um carro pensado para o conforto que vinha com a singular possibilidade de carregar até sete passageiros.

Na Europa ela ganhou novas versões, sempre sendo uma minivan de monovolume. Mas isso mudou agora em 2019. Sob “nova direção” – mais informações no final deste post – a Opel mudou radicalmente o projeto da Zafira, que a partir de agora será um MPV, abreviação em inglês para ‘multi-purpose vehicle’. No Brasil, caso venha para este mercado, quem cruzar com uma pelas ruas, dirá que agora ela é uma van, como a Vito, da Mercedes Benz, por exemplo.

Na Europa ela será vendida com três opções de carroceria: curta, com 4,60 metros de comprimento, média, com 4,95 metros e longa, com 5,30.

Ela seguirá sendo um automóvel para sete passageiros, o que muda é a sua capacidade de carga, que acolherá até 1500 litros na configuração menor e até incríveis 3397 litros na sua versão de maior tamanho. Com luxos como teto de vidro, bancos de couro com aquecimento e massagem, o modelo contará também com versão 4×4.

A sua estreia mundial acontecerá no dia 18 de janeiro, no salão de Bruxelas.

Para quem se espantou com a mudança radical, vale lembrar que a estratégia do Grupo PSA vem dando certo nos últimos anos.

Em 2013, quase falido, o Grupo PSA (detentora das marcas Peugeot e Citroën) recebeu um generoso aporte financeiro da chinesa DongFeng. Isso, aliado a um vigoroso plano de reestruturação orçamentária, conseguiu reverter no período de quatro anos um prejuízo de 2,3 bilhões de Euros para um lucro de 2,9 bilhões em 2017, ampliando no mesmo período as vendas de 2,81 milhões de veículos para 3,63 milhões.

Com a retomada da lucratividade, o grupo adquiriu em 2017 a Opel/Vauxhall – braço da GM na Alemanha. Essa operação resultou num total de vendas de 3.877.765 automóveis em 2018, um aumento de 6,8% em comparação ao ano anterior. Só da Opel/Vauxhall foram vendidos 403.933 nos últimos 5 meses de 2018.

Os números são globais e destoam do que vem acontecendo na América Latina, onde a crise econômica de Brasil e Argentina puxaram para baixo o resultado de vendas, mesmo com resultados positivos no Chile, Peru, Colômbia, Equador, Uruguai e México.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s